segunda-feira, 15 de maio de 2017

[ Resenha ] Alriet - Quando o amor acontece de Grazi Fontes



Autora: Grazi Fontes
Ano: 2016
Páginas: 301
Idioma: português 
Editora: Kindle Amazon


Onde comprar:
Site da Autora: http://grazifontes.com/livros/alriet 
Amazon: https://www.amazon.com.br/Alriet-Quando-O-Amor-Acontece-ebook/dp/B01N02TE8H/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1494866700&sr=8-1&keywords=Alriet



Sinopse:

 ALECSANDER, um rapaz tímido que tem dificuldades em se aproximar de garotas. HARRIET, uma garota destemida, alegre e nem um pouco tímida, mas muito desastrada e solitária, pois praticamente passou toda a infância viajando.
 Um encontro inesperado se transformou em uma grande amizade que já dura há anos. São confidentes e o suporte quando um deles cai. Praticamente não vivem um sem o outro. Sempre encontram uma maneira de manter contato.  Seja por e-mail, mensagens e telefonemas. O importante é a amizade nunca desaparecer.
 Até que, algo completamente extraordinário acontece, após 6 anos de amizade, o amor chacoalha a estabilidade que eles têm, precisam decidir se querem vivê-lo e correr o risco de destruir tudo o que construíram juntos durante todo esse tempo. Ou esconder o que sentem um pelo outro para não correr o risco de perder o que demoraram para conseguir, a amizade.


 Harriet já cansada de tanto viajar, devido a profissão dos pais, tomou a decisão de morar com o avós e estabelecer raizes, pois queria descobrir o seu mundo, de tantos outros lugares que já conheceu.
 Alec é um garoto super tímido, não tinha amigos e sua paixão é a música.
  Alriet conta a história de Alecsander e Harriet que se conheceram de uma forma inesperada e com o passar dos dias surgiu uma linda amizade.
 A história passa-se em Bruxelas - Bélgica.
 Harriet com seu jeito sempre desastrado e Alec sempre atento a tudo e a protegendo como a um irmão mais velho.O que os dois tinham em comum? A paixão pelos livros e mais especificamente por Agatha Christie. 
 Os dois são bem mais que irmãos, são companheiros, confidentes e inseparáveis, o que torna alguns relacionamentos amorosos dos dois um conflito, por seus pares não aceitarem e não entenderem essa amizade verdadeira e tão forte entre os dois.
 Com o decorrer do livro, percebe a cada página o carinho e o cuidado de um para outro, a maneira que se tratam, conversam e se apóiam independente de qualquer coisa, mas como nem tudo é perfeito o amor surge entre os dois... E daí perguntas surgem: E a amizade como ficará? Será abalada? Não estão confundindo as coisas? Pode nascer um grande amor de uma amizade? Leia e saberá as respostas.
 É um livro de você rir, se emocionar e também rever seus conceitos quanto a amizade, amor, família.Foi escrito de uma forma bem simples, mas profunda.
 Tornou-se um dos meus livros favoritos e garanto que não decepciona, só dá umas vontades de ás vezes dar umas porradas no Alec e umas sacudidas na Harriet(hehehe), mas fora isso é muito lindo, é apaixonante!
 Li o livro em Ebook, alternando entre o Kindle e o app da amazon no celular.





sexta-feira, 28 de abril de 2017

[ Resenha ] Aluga-me teu corpo Romance Hot para maiores de 18 anos de Adriana Vargas




Ano: 2013
Páginas: 250
Idioma: Português 
Editora: Ella

Gênero: Romance Hot / Erótico

Sinopse:

 As unhas dela ficarão em sua pele. O batom passado somente em ocasiões especiais, reflete no espelho, a boca sedenta que morde, xinga, anseia e diz adeus. Thazie é acadêmica do curso de Direito e estagiária do Dr. Theo, criminalista no Tribunal do Juri. Seu passatempo favorito – jogos de sedução. Uma garota diferente, discreta, que possui obsessão e compulsão por... sexo. Desde que se desiludiu com o primeiro amor, vinga-se de todo homem que encontra em seu caminho. Theo surge repentinamente para ditar novas regras ao jogo, e Thazie fará de tudo para ganhar. 


[ Resenha e impressões ]

 Thazie é uma universitária de direito nos seus 21 anos, mas há algo nela que ninguém sabe: é ninfomaníaca. Nem mesmo a família desconfia tal fato ao qual a mesma faz questão de ocultar por trás de roupas formais e óculos, dando um ar de seriedade. E quem desconfiaria de uma jovem estudante de direito tão recatada e de índole impecável ?
 Thaz frequenta o DASA que é uma instituição para viciados em sexo, onde nem ela mesma acreditava em cura para a sua doença, mas se deixou levar ao conhecer alguém a qual foi simplesmente usada, humilhada e rejeitada e dali por diante passou a desejar vingança.
 Com o passar do tempo notou seu novo vizinho e que vamos combinar era um deus de tão lindo e sensual! Seu nome? Theo. Thaz passou a desejá-lo ardentemente, não parava de pensar e fantasiar sobre ele e queria muito mais, precisava conhecer cada milímetro daquele corpo, sentir o sabor... Mas sua vida sempre se resumiu em casas de prostituição, onde a mesma sentia tesão em pagar por sexo para se satisfazer da forma que bem lhe entendesse, pois tudo girava em torno de si e ela quem era dona da situação, mas nunca em sua vida alguém a fez arder daquela forma, sem nunca a ter tocado.


 Certo dia, ao entrar na sala da universidade para a primeira aula daquele dia, eis que surge o novo Professor de Direito Criminal e advinha que coincidência ? Seu vizinho gato! Thazie quase tem um troço, pois quase não consegue conter-se. Passou a travar uma luta dentro de si, mas é daí que os jogos apenas começam.
 Theo, Advogado Criminal e Professor da universidade, passou a querer conhecer mais a sua vizinha e desvendar seus mistérios, pois com sua vasta experiência de análise e julgamento, sabe que tem muito mais ali do que aparenta.

 Impressões sobre o livro e minha opinião:
 O li em PDF cedido pela própria autora e parceira Adriana Vargas e que agradeço demais a confiança!
 O livro não é em nenhum momento vulgar como já li alguns por ai, é uma mistura de romance e sensualidade pura, sem pudores, mas escrito de uma forma profunda e reveladora, mas não apenas sexo.Claro que no estilo bem hot e com um enredo bem colocado. 
 Te faz acompanhar o crescimento da personagem Thazie e o quanto ela não sabe o que é realmente amar-se e ser amada, onde batalhas mal resolvidas a fazem afundar mais ainda e a única forma que conhece é entregar-se fisicamente nunca forma de preencher o vazio dentro de si.
 É intenso, quente, excitante e tanto Theo quanto Thaz são fogo em meio a água. Pura sensualidade! É de tirar o fêlogo! Ficou um gostinho de quero mais no final.
 Amei o livro!!! Se gostou também está á venda em Ebook na Amazon e livro físico com a própria autora também.

 Links para compra desse livro e de outros da autora:

Blog: http://adrianavargasaguiar.blogspot.com.br/p/livros.html
Amazon em Ebook: https://www.amazon.com.br/Aluga-me-teu-Corpo-Adriana-Vargas-ebook/dp/B01LX9X75E/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1486120548&sr=1-1&keywords=aluga-me+teu+corpo 
Saraiva: http://www.saraiva.com.br/aluga-me-teu-corpo-9151657.html



sexta-feira, 7 de abril de 2017

Poema

Tormenta

Ponho as mãos na cabeça
as dúvidas me assolam
coração anda em divisão
promessas, esperanças,
toques e carícias,
não sei á que seguir
quem gosto?
quem começo a gostar?
coração vai partindo
chega ao meio do caminho
as dúvidas assolam
as promessas prendem
como esparadrapos,
vã tentativa
em manter em inteiro
um coração meio partido
ao meio?

Autora: Rosa Negra

Poema


Noite de muita chuva.
Deixei-me ficar nela.
Ri de mim mesma no meio da rua , igual aquela menina que fui aos 8 anos.
Ri de mim por ser tão ridícula.
Ri também dos outros por me acharem louca.
Ri um riso saudoso, um riso gostoso.  Não só ri como também senti.
Senti paz.
Senti que quero muito mais de um tudo.
Senti, senti, senti...
Água em meio á pele.
Doce, salgado.
Gosto de vinho e cigarro.
Fogo em meio a água.

Texto original: 11/05/2013

quinta-feira, 30 de março de 2017

Andrea Marques






                                                                    Andrea Marques


Como tudo começou…
Escrever o meu perfil é uma tarefa árdua. Ainda mais quando eu prefiro é falar dos meus personagens… O Amor de Cordel sempre esteve na minha vida. Lembro que, um ano antes de começar a escrever, eu pensei em um dia remoto sentar e colocar no papel minhas ideias sobre a vida, as coisas que eu gostava, meus relacionamentos e até a minha experiência como terapeuta ocupacional. Até que esse dia chegou. Eu havia acompanhado meu marido numa viagem a trabalho que ele fez para São Carlos, por coincidência, a mesma cidade onde cursei a faculdade, e lá comecei a relembrar meus tempos de estudante, as minhas amizades, meus sonhos e também meus amores. Um misto de nostalgia e empolgação tomou conta de mim e, a partir daí, surgiu a ideia da Carol. Quando voltei para casa, desfiz as malas, me sentei em frente ao computador e comecei a escrever. Foi libertador. Através da escrita, eu pude exteriorizar meus anseios e conflitos, expressar minhas ideias e até vivenciar meus sonhos. Criei meus livros no meu dia a dia. Assim, quando eu dirigia a caminho do trabalho ou ficava em casa cuidando de alguma tarefa doméstica, eu imaginava a vida dos personagens, como eles se sentiriam em determinadas situações e como seriam suas reações perante os problemas. Foi um processo longo e contínuo. Tenho de ser sincera também com vocês, leitoras, ao dizer que Amor de Cordel é uma junção de vários clichês. Estaria mentindo se respondesse que não, afinal que mulher um dia já não sonhou com um príncipe encantado? A única diferença é que algumas mulheres mais sábias abandonam essa ideia mais cedo que outras, já algumas como eu ficam sempre acreditando nas histórias loucamente impossíveis de acontecer. O Alexandre é um estereótipo de homem ideal, mas também quero deixar claro que, por mais que ele seja um sonho, a minha realidade com o meu marido é maravilhosa, rs. Vale dizer que não quero só trazer um conto de fadas para os leitores. A personagem Carol também traz um linda história de superação e teve de recomeçar a vida com outro olhar. Ops, era para eu ter falado de mim e, vejam só, falei o tempo todo da minha obra. Não posso negar que a Carol foi o meu alter ego durante muito tempo, no entanto ela era muito melhor do que eu em todos os aspectos: na aparência, nas qualidades e até mesmo nos defeitos. Só me desvencilhei da personagem quando a minha filha nasceu. Agora, Carol, pertence a você também.

Site da autora para compra do livro: www.escritorandreamarques.com.br

terça-feira, 28 de março de 2017

Grazi Fontes


Graziele Fontes Gomes Gosta que todo mundo a chame pelo apelido, Grazi. Vive na pequena cidade de Paulínia, interior de São Paulo. Nasceu dia 12 de dezembro de 1985, no Rio de Janeiro. É uma pessoa que tem muitas ideias, por isto, começou a escrever e nunca mais parou. Usa a escrita para se expressar, pois tem muita dificuldade em conversar e apresentar seus pensamentos facilmente, embora busque sempre à perfeição, geralmente, é bem exigente com tudo o que faz. Gosta de viajar, assistir a bons filmes e séries. É uma devoradora de livros seja ficção, comédia, fantasia e muitos outros gêneros, o importante é a história prender sua atenção. Tem mais de 10 romances em andamento e está gostando da sensação de começar a expor suas pequenas obras. Está achando muito estranho e bom ao mesmo tempo, por estar realizando um sonho e, por expor, o que fez questão de esconder por tantos anos.

Livros já publicados: Alriet e Amantes por acaso