quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Numa fração de segundos

 Queria poder ter a velocidade da escrita proporcional aos milésimos de segundos dos meus pensamentos.Poder retratar em escrita tudo o que se passa na minha mente, seja coerente ou não, importante ou supérfluo.Seria interessante o quadro a quadro de cada um transmitidos simultaneamente, talvez assim, com mais tempo em tentar compreendê-los mais tarde, conseguisse respostas para algumas perguntas e até perguntas para algumas respostas; Conseguisse compreensão e segurança, muito menos complexos e mais confiança.
 Já tive a ideia de antes de repassar para o papel fazê-lo de forma oral, mas cheguei a conclusão de que daria no mesmo, pois sou como a maioria em pensar antes de dar algum parecer, resposta ( e como já perdi oportunidades de dar algumas). Sou daquelas que após todo o ocorrido pensa na melhor resposta que poderia ter dado e fico frustrada por ser tão limitada a esse ponto sempre. Ah! E é nessa hora que me odeio e me acho a mais trouxa das trouxas.Então, se sou assim falando imagina na escrita?!
 Só queria que a minha escrita e pensamento agissem de uma forma mais fácil, trabalhassem mais em equipe, que a pro atividade fosse igual e em conjunto, mas já vi não ser possível e só fico a me lamentar por tantos pensamentos interessantes perderem-se no meio de tudo que consigo pensar numa fração de segundos.
Imagem: Web

14 comentários:

  1. Olá!
    Realmente, também gostaria que minhas mãos acompanhassem os pensamentos. Dariam belas estórias.

    Gostei muito do teu texto!
    Beijão, Lorena

    ResponderExcluir
  2. Já pensei muito nisso. É tão ruim quando a cabeça é mais rápida que as mãos.

    ResponderExcluir
  3. Minha mente fervilha o tempo todo. Já criei históriase que dariam um livro fantástico cheio de aventuras, romance e muito conflito. Mais quando penso em pegar na caneta ou ligar o computador, puff! Já era! Quem sabe um dia eu consiga acompanhar pelo menos o rastro. rsss!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahaha é exatamente assim Dricka!Já perdi ótimos contos e histórias na minha cachola.

      Excluir
  4. Super me identifiquei! Te entendo! Amei o texto. Adorei essa parte: "Sou daquelas que após todo o ocorrido pensa na melhor resposta que poderia ter dado e fico frustrada por ser tão limitada a esse ponto sempre." Menina... Parece que você estava me descrevendo! rsrs Bate aqui! Se isso te faz melhor... Somos trouxas! rsrs Parabéns pelo talento!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own Eliziane muito obrigada ^^ Feliz que se identificou também kkkkk Somos trouxas <3

      Excluir
  5. Gostaria que minhas mãos fossem rápidas também, principalmente na hora de escrever um livro! rsrs

    ResponderExcluir
  6. Amei o texto!! <3 Ahhh se minha escrita acompanhasse os meus pensamentos... <3 Adorei a imagem que escolheu, se encaixou perfeitamente com o texto... Teu blog é lindo!! Beijão!!

    www.lendo1bomlivro.com.br
    Instagram :) @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
  7. Me sinto assim também, muitos pensamentos e me sinto perdida as vezes, queria tanto transmitir para o papel esses sentimentos...
    Bjos - Isis minhaestantecolorida.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, Isis.
    Super me identifiquei com o texto. Eu odeio quando meus pensamentos são mais rápidos e não consigo passá-los para o papel. Tem horas que ficamos perdidas, mas uma coisa é certa: Uma hora ou outra, esses pensamentos se acalmam e entendemos o que queriam nos dizer, deste modo, conseguimos tranmiti-lo, é tudo questão de tempo e paciência...
    Amei seu post ❤

    Beijo, beijos
    relicariodehistoriasma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Nossa!!! Choquei aqui! Por que comigo é a mesma coisa... Quando deito a cabeça no travesseiro, minha mente está a mil, mas no outro dia, quando e quero escrever, não há como... Super interessante isso que você escreveu!

    ResponderExcluir
  10. Oi,
    Me identifiquei muito com o texto.
    Sei bem como é isso, minha mente também anda a mil e quando tento passar pro papel tudo eu me perco, muitas vezes é difícil colocar em palavras tudo o que passa na nossa cabeça.

    Beijos
    www.geeklegend.com.br

    ResponderExcluir