domingo, 25 de junho de 2017

[ Anime ] Resenha Boku dake ga inai machi - A cidade onde só eu não existo






Escrito por: Kei Sanbe
Gênero: Fantasia, mistério, suspense
Data de publicação do Mangá: 4 de junho de 2012 – 4 de março de 2016 Volumes: 8
Exibição original do Anime: 8 de janeiro de 2016 – 25 de março de 2016 Episódios: 12

Sinopse:

 Satoru Fujinuma, 29 anos e aspirante a mangaká, volta no tempo sempre quando acontece uma tragédia em especial (sequestro / morte): é um fenômeno conhecido como "revival". Certo dia, sua mãe nota e suspeita a presença de um sequestrador - um assassino em série que cometeu crimes contra alguns colegas de infância de Satoru - por ela perceber e ter a mente aguçada, foi assassinada pela meliante a facadas de forma fria. O incidente despertou o "Revival", fazendo-o regressar 18 anos no tempo. Não apenas para salvar a mãe, como também seus amigos. A história se passa em 2006 e em 1988, quando viaja 18 anos para trás.


 Assisti por recomendação do meu filho, Ian Herick de 13 anos que assim como a mãe ama animes!Modéstia á parte, eu quem o trouxe para esse mundo ^^ Ah! E acabamos assistindo juntos.

 Satoru sonha em ter seus mangás publicados, trabalha em uma pizzaria no centro da cidade, mas leva uma vida normal até surgir o que chama de "Revival", quando começa a voltar no tempo no meio de acidentes que presencia e consegue salvar pessoas que teriam morrido ou se acidentado feio, o que até então nem ele mesmo sabe como começou a surgir, a provocar o fenômeno e qual o gatilho, mas o Revival começou de fato a funcionar após chegar em casa e presenciar a sua mãe, a Suchiko, morta no meio da sala de casa. Virou o suspeito principal do assassinato de sua própria mãe e foi ajudado pela sua colega de trabalho, a Airi Katagiri a se esconder, uma das poucas pessoas a confiar na inocência do rapaz.Ele então, em meio a fuga da Polícia ocorre o auge do seu Revival e retorna á 18 anos atrás, quando era criança e um mero estudante.



  Satoru nunca se conformou com o desaparecimento de colegas de sua escola, dentre eles a Kayo Hinazuki, uma menina solitária, sempre calada e que guardava segredos terríveis.Kayo era uma menina abusada e mal tratada pela mãe, que sempre a batia e a torturava.Numa noite de inverno e muita neve ela simplesmente desapareceu e o Satoru foi um dos poucos que notaram a ausência da colega. O mistério de seu desaparecimento nunca foi esclarecido, dentre outros.



" Quando eu ficar grande, grande o suficiente para ir a algum lugar sozinha, eu quero ir para uma terra que está longe. Eu quero ir a uma ilha distante. Eu quero ir a uma ilha que não tem pessoas. Eu quero ir a uma ilha que não tem dor ou tristeza. Naquela ilha, eu posso escalar uma árvore quando eu quero escalar, nadar no mar quando eu quero nadar e dormir quando eu quero dormir. Quando penso na cidade sem mim, sinto uma sensação de alívio. Quero ir longe, muito longe. " 
- Kayo Hinazuki

 Satoru se sentia culpado por não ter se aproximado da Kayo e de alguma forma ter evitado essa tragédia, mesmo com tão pouca idade, mas o Revival o fez se agarrar com tudo o que lhe restava para tentar alterar o passado.
 O anime por diversas vezes te faz repensar tantas coisas, dentre elas " Se eu tivesse esse poder de regressar ao passado e mudar algumas coisas? " Me fiz essa pergunta por várias vezes e dentre elas " O que eu mudaria? ". Não é só mais um anime para entreter, pelo menos no meu ponto de vista.
 Achei um anime de uma criatividade incrível!
 Desde o começo fiquei vidrada e sempre querendo desvendar o que aconteceria em seguida, se ele conseguiria salvar a todos e se haveriam consequências dos seus atos ao tentar mudar algumas histórias do passado.
 É um anime que possui apenas 12 episódios, mas se desfaça da idéia de " Só isso! É tão pouco."... Acredite, é algo perfeito, criativo e extraordinário! Recomendo demais!



Um comentário:

  1. OOi gostei da resenha, mas não é meu gênero favorito de leitura, acredito que os fâs deve adorar.
    Beijos bom final de semana
    http://bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir